Acabe com as desculpas para não se exercitar

Praticar exercícios é fundamental para uma vida mais saudável

Para muitas pessoas, quando o assunto “exercícios físicos” vem à tona, é hora de despejar todas as desculpas acumuladas. Se esse é o seu caso, ou de alguém próximo a você, confira algumas “soluções” para as desculpas mais comuns:

  • Não ter tempo. Todas as pessoas do mundo têm a mesma quantidade de horas no seu dia. A diferença é que algumas delas sabem priorizar o que é importante e outras são levadas pelos acontecimentos. Por exemplo, quanto tempo você passa assistindo à TV ou conferindo as atualizações de conhecidos no Facebook? Em geral, não arrumamos tempo para o que não é prioridade em nossas vidas, mas a saúde tem que ser uma delas. Você pode aproveitar os intervalos comerciais para fazer uma caminhada pela casa ou fazer exercícios em frente à TV, como caminhar no mesmo lugar, fazer step, treinar os músculos etc;
  • Estar cansado. Se você anda cansado, esse é mais um bom motivo para se exercitar, pois as atividades físicas geram mais energia. Com o exercício, o corpo produz endorfina (o hormônio do bem-estar), que melhora a sua disposição. Você pode exercitar-se de manhã, quando a chance de ter algum imprevisto é menor, ou quando for mais conveniente;
  • Não ter com quem deixar as crianças. Faça as atividades com elas! Ande de bicicleta, jogue bola ou peteca, leve-as para passear no parque ou em uma praça perto de casa, ande de patins, dance ou jogue videogames que incentivem os exercícios, como os de dança e o Wii Sport. O importante é se mexer e fazer com que as crianças mexam-se também;
  • Achar que os exercícios são chatos. O segredo é encontrar uma atividade divertida para você. Dançar, por exemplo, é prazeroso e não parece exercício. Nadar, patinar, correr, caminhar, praticar ioga, pilates ou hidroginástica etc., há opções para todos os gostos;
  • Não ter dinheiro para frequentar uma academia. Você já tem o principal elemento para exercitar-se: o seu corpo. Claro que o acompanhamento de um profissional é importante (inclusive, nunca comece nenhum tipo de atividade sem antes consultar o seu médico), mas não poder pagar um personal trainer ou uma academia não pode ser um impeditivo para praticar atividades físicas. Você pode caminhar pelo quarteirão ou por um parque, dançar, improvisar alguns equipamentos com o que você já tem em casa, utilizar os aparelhos públicos espalhados pela sua cidade (em São Paulo, por exemplo, há aparelhos para exercícios em muitas praças), frequentar um clube comunitário etc. Mais uma vez, o importante é começar de alguma forma.

 

CORP-1162377-0018 PRODUZIDO EM JANEIRO/2017 VÁLIDO POR 2 ANOS

Chat