Alimentos que auxiliam o controle da glicemia

Postado em 19/09/2018

Alimentos que auxiliam o controle da glicemia

Alimentos que auxiliam o controle da glicemia

A alimentação pode ser uma grande aliada no controle dos níveis glicêmicos. Além da prática de atividades físicas, do tratamento medicamentoso e do automonitoramento da glicemia, uma alimentação equilibrada pode ajudá-lo(a) a ter uma vida mais saudável.

Uma alimentação equilibrada baseia-se no fracionamento adequado das refeições diárias, com o objetivo de manter os índices glicêmicos controlados. Evitar longos períodos de jejum, mantendo alimentações regulares de 3 em 3 horas, pode evitar compulsões alimentares. Consumir pratos nutritivos, coloridos e saborosos o(a) ajudará a manter a dieta.

Mas afinal de contas, quais alimentos podem auxiliá-lo(a) no controle dos seus índices glicêmicos?

Os peixes gordurosos são um dos alimentos mais saudáveis do mundo, além de serem fontes de ácidos graxos ômega-3, ácido docosahexaenoico (DHA) e ácido eicosapentaenoico (EPA), que reduzem as inflamações e outros fatores de risco de desenvolvimento de doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais (AVCs). Além do salmão, são ricos em ômega-3 a sardinha, a truta, o namorado, a anchova, a cavalinha e o linguado.

As folhas verdes e as verdes e hortaliças são fontes de fibras extremamente nutritivas e com baixo teor calórico. Elas também proporcionam maior saciedade e auxiliam no correto funcionamento do intestino. E para preservar as fibras alimentares, é recomendável não picar ou cozinhar demais os vegetais, auxiliadores no controle do índice glicêmico, além de serem ricos em nutrientes e antioxidantes que podem manter o coração e os olhos saudáveis.

Outro vegetal que merece sua atenção é o brócolis, um alimento com baixos teores calórico e de carboidratos, mas com alto valor nutritivo. Meia xícara de brócolis cozido tem apenas 27 calorias e 3 gramas de carboidratos, além de importantes nutrientes como a vitamina C e o magnésio. O brócolis também é rico em luteína e zeaxantina, importantes antioxidantes que auxiliam na prevenção de doenças oculares.

O alho pode ser um grande aliado na redução de inflamações, da glicemia e do colesterol LDL em pessoas com diabetes tipo 2, além de ser eficaz na redução da pressão arterial. Um dente de alho cru tem apenas 4 calorias e 1 grama de carboidrato.

A canela também é uma ótima alternativa de tempero, pois tem poder antioxidante elevado. O consumo da canela no dia a dia pode ajudar a manter baixos os níveis glicêmicos e melhorar a sensibilidade do corpo à insulina.

É sempre bom lembrarmos que se hidratar é importante. Para manter um bom nível de hidratação, recomenda-se a ingestão de, no mínimo, 2 litros de água ao longo do dia. Fique atento à ingestão de sucos de fruta, pois eles contêm frutose, que é o açúcar das frutas. Em contrapartida, chás e cafés com adoçantes podem ser consumidos com maior frequência, embora também requeiram moderação.

Manter-se hidratado, tomar os medicamentos conforme prescritos pelo médico e alimentar-se de forma saudável garantirá a manutenção do seu peso ideal, o controle do índice glicêmico e uma melhor qualidade de vida.

 

 

CORP-1267436-0000 PRODUZIDO EM AGOSTO/2018 VÁLIDO POR 2 ANOS

Chat