8 pequenas mudanças para uma saúde melhor

Pequenos ajustes no estilo de vida podem fazer grande diferença no seu bem-estar

Pequenos ajustes no estilo de vida podem fazer grande diferença no seu bem-estar

Pequenos ajustes no estilo de vida podem fazer grande diferença no seu bem-estar

 

  • Faça seu café em casa. Ao deixar de passar em padarias e lanchonetes pela manhã, você não só economiza dinheiro como evita as tentações pouco saudáveis, como bolos recheados e salgados.

 

  • Coma a cada 2 ou 3 horas durante o dia. Não adianta deixar de comer achando que vai emagrecer ou manter a forma. No final do dia, você vai acabar comendo muito mais para compensar. O ideal é fazer três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches ao longo do dia, que podem ser frutas ou barras de cereais. Assim, você fica satisfeito e reduz as chances de comer exageradamente no fim dia e de ficar beliscando.

 

  • Use o fio dental com mais frequência. Placas e bactérias, normalmente, concentram-se onde a escova não alcança. Se elas se acumulam, podem corroer o osso, que mantém os dentes no lugar, ou ainda entrar na corrente sanguínea. Portanto, use mais vezes o fio dental, pois ele é uma das formas mais fáceis de remover as bactérias.

 

  • Use um pedômetro. O pedômetro é um equipamento de fitness que mede o quanto você anda ao longo do dia. É um desafio para você caminhar cada vez mais e melhorar a saúde física e mental!

 

  • Durma com a roupa de ginástica (confortável). Você sempre promete levantar mais cedo para correr ou ficar uma hora na academia antes do trabalho, mas não consegue porque bate aquela preguiça? Acordar e já estar vestido para a atividade física pode ser um estímulo a mais para o próximo passo.

 

  • Valorize-se! Faça um elogio a si mesmo. O segredo para se sentir feliz e mais confiante é maravilhar-se com o próprio corpo e pensar no que ele é capaz de fazer em vez de focar em como deveria ser. Faça o exercício de buscar 10 coisas que você gosta em si mesmo.

 

  • Verifique o seu nível de vitamina D. Em uma próxima consulta de rotina, peça ao seu médico um exame para avaliar os níveis de vitamina D. É algo simples que, se identificado, pode ser corrigido com a ingestão da vitamina por alguns meses. Os baixos níveis de vitamina D estão relacionados com cansaço crônico, dor no corpo, enxaqueca e sintomas de depressão, além de aumentar o risco de desenvolver alguns tipos de câncer.

 

  • Ouça música clássica no jantar. O ritmo da música pode ajudar você a comer mais devagar e a mastigar mais vezes durante a refeição. Segundo o autor do livro The 100 Simple Secrets of Healthy People (Os 100 Segredos das Pessoas Saudáveis), temos a tendência de imitar o ritmo da música que escutamos.

 

CORP-1162377-0013 PRODUZIDO EM JULHO/2016 VÁLIDO POR 2 ANOS

Chat