Você está sabotando a sua dieta?

Pensamentos e atitudes equivocados podem comprometer todo o seu esforço e minar a sua autoconfiança

Pensamentos e atitudes equivocados podem comprometer todo o seu esforço e minar a sua autoconfiança

Alguns pensamentos e atitudes equivocados sobre dieta e comida podem comprometer todo o seu esforço e ainda minar a sua autoconfiança. Veja abaixo se você está contando alguma dessas mentiras para si mesmo e sabotando a sua dieta:

  • Comida saudável é muito cara: depende bastante do ponto de vista. Se considerar que quanto menos industrializado o alimento, melhor para a saúde, o ideal é comer frutas, legumes e verduras em abundância. Se você priorizar aqueles que estão na estação, além de levar para casa alimentos mais frescos e mais saborosos, vai gastar bem menos do que se comprasse vegetais fora da época ou trazidos de outra região. Dê preferência para produtores locais sempre que possível e pesquise os preços nas feiras da sua região.
  • Alimentos saudáveis não agradam o meu paladar: a forma de preparar a comida influencia bastante no sabor e na forma como ela é percebida. Você pode não gostar de brócolis no vapor, por exemplo, mas achá-lo delicioso em uma caçarola com arroz integral e queijo. Procure receitas que mesclem sabores desconhecidos ou que não lhe apetecem tanto com ingredientes que você gosta. Sem contar que gosto também é questão de costume, por isso dê novas chances ao alimento e sempre tente novas formas de prepará-lo antes de riscá-lo da sua dieta.
  • Como me exercitei hoje, não tem problema comer um doce de sobremesa: fazer isso raramente não tem tanto problema, mas sempre, não há dieta que resista. Mesmo porque a conta quase nunca fecha direito, seja por não saber exatamente quantas calorias foram gastas (a previsão nem sempre está correta), seja por não respeitar as porções indicadas no rótulo do produto (comer uma bola grande de sorvete que tem o dobro das calorias especificadas em uma porção, por exemplo). No final, é mais provável que ocorra a ingestão de calorias a mais do que se gastou do que o contrário.
  • Comi certinho a semana inteira, posso me permitir mais no fim de semana: esse pensamento acaba sendo semelhante ao do tópico anterior. Se você comer cerca de 2.000 calorias extras no fim de semana, a sua média diária subirá por volta de 300 calorias, o que pode causar um aumento de 9 kg em um ano.
  • Tenho vários familiares acima do peso, então, deve ser genético; não adianta tentar emagrecer: alguns estudos ligam a obesidade à genética, mas na maioria dos casos o sobrepeso familiar tem a ver com o estilo de vida, que acaba sendo passado e compartilhado por diferentes gerações.
  • Eu pulei uma refeição, portanto, já cortei bastante calorias: pular refeições não dá resultados quando o assunto é emagrecimento, já que, de alguma forma ou em algum momento do dia, você tentará compensá-las. O ideal é se alimentar de forma balanceada nas horas certas e ter à mão lanches ricos em fibras, proteínas e carboidratos complexos quando a fome bater entre as refeições.

 

CORP-1162377-0003 PRODUZIDO EM FEVEREIRO/2016 VÁLIDO POR 2 ANOS

Chat