Dançar faz bem e mantém o corpo em equilíbrio

Postado em 24/04/2018

Dançar é um excelente exercício aeróbio e uma ótima alternativa para pessoas que não conseguem se acostumar com o clima das academias. Além do benefício aeróbico, a dança promove o movimento de diversos grupos musculares grandes, o que traz benefícios contra várias doenças. Ela ajuda a desenvolver a flexibilidade, força e resistência, que são essenciais para a melhora de doenças osteo musculares, por exemplo.

E se você já tentou diversos tipos de dieta e não conseguiu perder peso, praticar alguma dança pode ser a solução. Dançar contribui para a queima de calorias, pois aumenta o ritmo cardíaco e melhora o equilíbrio físico natural do corpo.

Treine também o seu cérebro

Algumas regiões do cérebro somente são ativadas quando colocamos o corpo à prova, nos desafiando, por exemplo, a realizar um movimento com perfeição. A dança induz movimentos sincronizados, ou seja, em partes da coreografia pode ser necessário levantar as mãos ao mesmo tempo em que se salta, tudo isso combinado a força e velocidade corretas. O resultado é a melhora da noção de espaço, força e velocidade. Coordenação, ritmo e equilíbrio são habilidades essenciais para o nosso dia a dia, e dançar pode ajudá-lo a desenvolver essas habilidades e a manter seu cérebro ativo.

Dançar é para todas as idades

Vale lembrar que a dança não está restrita a determinada faixa etária, classe social ou profissão. E estudos demonstram que apenas 30 minutos dessa modalidade já podem trazer benefícios visíveis à saúde. Principalmente em idosos, a dança promove a saúde cardíaca. E para as crianças, funciona como um exercício pedagógico, além de beneficiar aspectos como o desenvolvimento da memória, do senso de grupo, do equilíbrio e da linguagem corporal.

Quem dança seus males espanta

Superar a timidez e a solidão, e investir em novas relações interpessoais são outros proveitos que a dança pode proporcionar. Dançar favorece o relaxamento e libera tensões, reduzindo o estresse. E praticar dança não só tem efeitos físicos positivos, mas também eleva a autoestima, a autoconfiança e o bem-estar. Estudos demonstraram que dançar reduz os sintomas de ansiedade e a depressão, pois ajuda a canalizar a adrenalina e a expressar emoções.

Existem diversos tipos de dança, procure a que mais combina com você. É recomendável frequentar no mínimo três aulas antes de tirar conclusões. Quando encontrar o estilo de dança que mais lhe agrade, não pare nunca mais.

CORP-1249339-0000 PRODUZIDO EM MARÇO/2018 VÁLIDO POR 2 ANOS

Fontes:

https://www.vix.com/pt/bdm/corpo/10-beneficios-da-danca-que-vao-colocar-voce-para-bailar

Acesso em: 20 de fevereiro de 2018 – 17h.

http://saude.ccm.net/faq/5012-beneficios-da-danca-para-saude

Acesso em: 20 de fevereiro de 2018 – 17h.

https://mdemulher.abril.com.br/estilo-de-vida/beneficios-da-danca-para-o-bem-estar-e-saude/

Acesso em: 20 de fevereiro de 2018 – 17h.

Chat