A importância do ferro

Consumir a quantidade adequada de ferro faz toda a diferença no seu dia a dia. A falta deste importante nutriente pode gerar sintomas como cansaço, dificuldade de concentração, palidez, baixos níveis de oxigênio, dor de cabeça, ansiedade e queda de cabelo, entre outros.

f382f95751a095a58ec43054b8277ebb
É possível encontrar ferro em alimentos de origem vegetal e animal.

Isso acontece porque o ferro está presente na formação da hemoglobina, a proteína que ajuda as células vermelhas do sangue a levarem o oxigênio para todo o corpo. E sem oxigênio suficiente as funções corporais são prejudicadas. Além disso, o ferro também está envolvido na função imunológica (a defesa do organismo) e no desenvolvimento cognitivo das crianças. A deficiência de ferro é chamada de anemia.

É possível encontrar ferro em alimentos de origem vegetal e animal, como: carnes e vísceras, ostras, cereais, tofu, ovos, vegetais verdes (agrião, rúcula, couve, brócolis, etc.), frutas secas, oleaginosas (avelã, amêndoas, pistache, castanha de caju, castanha do pará, etc.), lentilha, feijão etc.

Consumir alimentos com ferro junto com cítricos (fontes de vitamina C) melhora a absorção do mineral no organismo. Por outro lado, fontes de cálcio (alimentos com leite, iogurte, etc.) devem ser evitados na mesma refeição.

Se a falta é ruim, o excesso de ferro também pode ser prejudicial. Alguns estudos indicam que muito ferro no organismo pode danificar órgãos internos e aumentar o risco de diabetes, ataques do coração e câncer, particularmente em pessoas com mais idade. Esse excesso, no entanto, é difícil de ser alcançado somente com a alimentação e pode ser causado pelo uso incorreto de suplementação. O ideal, sempre, é tomar suplementos apenas sob orientação médica e ter uma dieta equilibrada e variada, rica em nutrientes.

Chat