3 perguntas e respostas sobre as alergias sazonais

As alergias sazonais podem aparecer em qualquer fase da vida

A alergia sazonal é a reação alérgica que ocorre normalmente durante um determinado período do ano, como o outono ou a primavera, e que é geralmente causada pelo pólen.

1. Como acompanho a minha alergia sazonal?

Manter um diário de alergia sazonal é uma maneira eficiente de identificar os seus desencadeadores. Sempre que passar por uma crise, anote:

  • o horário do dia em que a crise alérgica ocorreu e os fatores aos quais você esteve exposto, como o ar livre, por exemplo;
  • os sintomas, como espirros e olhos lacrimejantes, por exemplo;
  • as medidas paliativas que você adotou e os seus efeitos.

Passe todas essas informações para o seu médico/alergista, ele as utilizará para identificar os desencadeadores da sua alergia sazonal e determinar o melhor tratamento para ela. Por isso, tenha certeza de que não está omitindo ou esquecendo nenhuma informação. Detalhes que parecem constrangedores, insignificantes ou irrelevantes podem ser importantes para a seleção do melhor tratamento. Especifique:

  • todos os sintomas;
  • os seus hábitos. Você cuida do jardim? Faz caminhadas no horário do almoço?;
  • o seu ambiente cotidiano, áreas da cidade nas quais você mora ou trabalha;
  • a duração dos sintomas.

 

2. É possível desenvolver uma nova alergia sazonal em qualquer idade?

Sim. As alergias sazonais podem aparecer em qualquer fase da vida, embora comumente desenvolvam-se em torno dos 10 anos de idade e atinjam o seu auge pouco depois dos 20 anos. Os sintomas geralmente desaparecem nos anos seguintes. Quando as pessoas desenvolvem novas alergias em uma idade madura, a causa pode estar relacionada a novos desencadeadores ou à piora de uma alergia sazonal branda que já estava presente.

 

3. Como o tempo pode influenciar os sintomas da alergia sazonal?

A mudança de tempo pode aumentar ou diminuir a quantidade de pólen presente no ar. O pólen se desloca mais facilmente em dias quentes e secos, quando há vento, que permite que essas partículas percorram longas distâncias. Já as chuvas fortes ajudam a reduzir os níveis de pólen nos períodos frios e úmidos.

 

CORP-1162377-0020 PRODUZIDO EM ABRIL/2017 VÁLIDO POR 2 ANOS

Chat